2006/03/27

Os porcos voltam a atacar

Depois do lixo depositado no cemitério de Colares, mais um atentado ambiental aconteceu, desta vez na Praia das Maças.
Alguem pouco dado a estas coisas da limpeza e do respeito pelos municipes, resolveu depositar lixo de jardim no Parque do Mercado (que por acaso tambem tinha sido limpo e pintado há pouco tempo).
Parece incrivel mas é verdade!
E para o provar, aqui ficam algumas fotos da nova decoração da Praia das Maçãs:Mas nem tudo são más noticias.
A partir de agora, onde estavam Aloés e Piteiras, passou a estar um jardim verdejante e cheio de côr.
Como diz o outro, para mudar, muda-se para melhor!
Aqui fica o novo aspecto do belissimo jardim do parque infantil:

16 comentários:

Anónimo disse...

(porcos limpos)
boa tarde,por motivo de se andar a retirar aloés+piteiras com mais de trinta anos,foi um acumular de raizes,e devido á chuva as raizes teem muita lama agarrada,por esse motivo a firma HPEM pediu se deixava secar,para retirar o maximo de terra só assim é que a HPEM os vem retirar.

Anónimo disse...

Uma boa desculpa.
A partir de agora, cada vez que precisar de me ver livre do lixo que tenho em casa, despejo-o na serra ou na beira de uma estrada e depois digo que está a secar para o retirar depois para outro lado (onde irei usar a mesma desculpa).
Sempre quero ver se me multam.
Mando-os é para aqui, para eles se inteirarem da tecnica em vigor...

Anónimo disse...

grandes obras grandes acontecimentos para melhor na praia das maçãs,axo que neste verão a p maçãs vai ficar + agradavel,tambem já era sem tempo,a unica vila com praia no concelho de sintra estava completamente desprezada,mas há muito para fazer mas é um bom principio,estes e outros trabalhos que posssam fazer é bom para calar aquelas bocas (porcas)que diziam que a p maçãs tem aquilo que merece

Anónimo disse...

já vi que é uma pessoa atenta e tiro o chapéu por isso,mas se o sr tem algum estaleiro que possa oferecer á junta para estes casos penso que o prst agradece,sabe que há regras que devem ser cumpridas,e esta pode não ser a melhor mas foi a possivel,mas já agora pessoa interessada que é eu como fregues de colares pergunto se já passou pelo litoral e o que tem feito para limpesa do lixo que está por lá,e nas matas que tem feito para limpesa das mesmas,e nas ribeiras também já fez alguma coisa, e nos ruidos dos escapes das motos já alertou alguém para isso,e das motos 4 e de 2 rodas de cross,que andam principalmente ao fim de semana a dar cabo de tudo,paredes de pedra,fazem trilhos em terras semeadas,destroem caminhos, tambem alertou?espero que sim,isto é que é participar

Anónimo disse...

Amigos, não se zanguem, o que pelos vistos todos queremos é uma freguesia com limpeza, higiene, segurança e acima de tudo com qualidade de vida.
O que a junta de freguesia está a fazer na praia, e não só, engrandece os seus menbros.
Venho para a praia das maçãs desde que nasci e nunca vi uma limpeza tão grande como esta, é preciso ter coragem, porque para alguns ditos senhores da Praia das Maçãs, esta, ainda não tinha estradas alcatroadas, diversos restaurantes e alguma animação e movimento, para que continuasse o sossego e não o desenvolvimento.
As acções deste elenco da junta só se podem avaliar no final do mandato mas como disse um dia Napoleão I - "A bravura provém do sangue, a coragem provém do pensamento", esta bravura está demosntrada meus senhores, muitos parabêns.

Anónimo disse...

A bravura provém do sangue, a coragem provém do pensamento

Anónimo disse...

A inveja que os pobres sentem em relação aos ricos não passa de uma brincadeira em comparação com o ódio dos imbecis para com as pessoas capazes de pensar

Anónimo disse...

Estes Senhores tão doidos.....

Taborda disse...

Ena tanta poesia...
Segundo od comentários postados acima, chegamos á conclusão que o mau da fita afinal é quem criticou os metodos usados e não quem andou a espalhar lixo pela Praia.
Segundo estes ilustres comentadores, podemos andar na auto-estrada a 240Km desde que haja alguem a circular a 230...
Chama-se a isto um pensamento tipicamente portugues. Sempre a nivelar por baixo, em vez de fazerem como os povos civilizados que nivelam por cima.

Anónimo disse...

Caro "taborda", ninguêm nivelou por baixo só por cima, caso não tenha percebido, porque a falta de interpretaçãoé um caso tipicamente portugues e não dos povos civilizados.

Taborda disse...

Caro "anonymous":
Devo antes do mais dizer-lhe que geralmente não respondo a pessoas que se escondem atrás do anonimato, mas em face das circunstancias, aqui lhe deixo umas palavras.
A situação criada é grave.
Aliás, muito grave pelo facto de afinal o responsavel pelo lixo despejado ser a propria Junta de Freguesia.
Para melhor interpretar a minha afirmação que acima o escandalizou, sempre lhe digo que é mais grave um policia ou um juiz assaltarem um banco do que alguem que more na Cova da Moura.
E não sou eu que o digo.
Há tempos surgiu no jornal uma noticia sobre o director geral de viação que havia sido apanhado a conduzir a 210Km na auto-estrada que liga a Espanha.
E por acaso tambem tinha uma desculpa (dizia que estava atrasado para um colóquio).
Acha que isso seria noticia se a pessoa apanhada a essa velocidade fosse voce ou mesmo eu?
Não.
E sabe porquê?
Porque este senhor, devido ao cargo que ocupa devia dar o exemplo.
Extrapolando este exemplo para o caso presente, temos que uma entidade que ainda há poucos dias se revoltou contra o espalhamento de lixo junto ao cemitério, é precisamente aquela que hoje faz o mesmo.
Apenas com uma diferença: Em vez de espalhar pneus, optou por terra e restos de raizes.
Onde?
Mesmo á entrada da Prais das Maçãs, onde toda a gente passa.
As razões?
O lixo está a secar para ficar mais leve (explicação oficial).
Além deste acto ser condenavel só por si, ainda o é mais pelo facto de ter sido cometido por aqueles em quem nós confiamos como sendo o garante da saude publica e do respeito pela NOSSA paisagem.
Alguem disse acima
"Venho para a praia das maçãs desde que nasci e nunca vi uma limpeza tão grande como esta, é preciso ter coragem".
Bastava retirar a palavra "limpeza" e substitui-la por "sujeira" e a frase retratava aquilo a que assistimos neste momento.
Mesmo que houvesse uma ponta de legitimidade naquilo que foi feito pelas entidades oficiais, o serviço continuaria mal feito. Quem vem de fora não sabe das desculpas inventadas para legalizar o despejo do lixo, e sendo assim, faltaria uma placa bem visivel onde deveria estar escrito e explicado que sim senhor isto é lixo, mas que estava ali á entrada da praia só para secar.
Agora pergunto:
O que acontece se eu, impelido pelo exemplo dado, colocar um saco de lixo junto daquele já existente de modo a que sequem os dois juntos?
E volto a perguntar:
O que acontece se a GNR passar á minha porta e descobrir que comprei uma camioneta de terra e a depositei na via publica?

Anónimo disse...

Caro taborda, sou obrigado a concordar consigo, pq tem razão e como disse Winston Churchill - "Um homem pode ocasionalmente tropeçar na verdade, mas na maior parte das vezes ele se recupera e vai em frente", será o meu caso.
E ainda bem que existe pessoas e este blog para conversarmos, só é pena que mais gente não tenha conhecimento deste.

Abraço

Cara D'Anjo disse...

Caros intervenientes:
Fico sensibilizado,com a forma correta, justa e educada com que têm abordado o assunto. Quanto à divulgação do mesmo, cabe a vós faze-lo.
Os meus agrdecimentos.
O Autor do Blog,
Vitalino Cara D'Anjo

Anónimo disse...

caro TABORDA
eu pertenço ao anonimato não por receio
de dar a cara, tambem posso dar 1 nome falso.
vamos ás criticas construtivas,
SITUAÇÂO GRAVE?
eu penso que a diferença está no conteudo,passo a explicar:
o lixo(já começa a cheirar mal)está num terreno,e não na via publica,esse mesmo lixo estava num terreno que 2º parece é para fazer um jardim agradável,giro,acolhedor,simpático,para isso foi retirada as plantas que lá estavam (muitas hà 40 anos)e como deve calcular as raízes são enormes e nas mesmas foram agarradas muita terra e turfa,que como deve saber é uma matéria organica muito boa para jardim e por isso será retirada e levada de novo para fortalecimento do mesmo,não sendo assim necessário comprar e poupando dinheiro a todos nós.
--SAUDE PUBLICA
achei piada comparar o que no meu ponto de vista não é comparável:
o lixo da p maçãs não tem nada a ver com o do cemitério,QUAL a DIFERENÇA,é que o do cemitério´é um atentado á saude publica,ao ambiente e tudo que se diga será pouco,é que no cemitério eram restos de gasoleos bidons com oleo latas cortadas ao meio com oleo,plasticos,acrilicos,placas de gesso,como vê não é nada comparavel um com o outro.
mas se é uma pessoa que se preocupa com estes casos eu pergunto se quando vem para a zona de colares o que tem feito sobre o lixo á beira das estradas e caminhos,junto ás arribas,linhas água,esses sim um atentado á natureza,o que tem alertado para as lavagens e não so´de carros para a ribeira de colares,(se ainda nada fez penso que está a tempo de participar)como natívo de COLARES fico atento.
bem haja

Taborda disse...

Caro anonymous sem receio:
Insisto:
A diferença não está no conteudo mas sim no acto.
Lixo é lixo e não há diferença entre deitar um saco de lixo domestico fora pela janela do carro, e deitar uma beata de um cigarro.
Ou pelo menos é o que a lei diz. Paga multas iguais tanto pelo primeiro como pelo segundo acto.
È uma questão de educação antes de todo o mais.
No caso em apreço temos uma primeira situação provocada por um ANONYMOUS que resolveu desfazer-se possivelmente do lixo que tinha na garagem, e cujo acto foi prontamente criticado pela Junta, e no segundo temos a propria Junta a repetir o acto, tentando branquea-lo com a justificação que é vterra junto com raizes e está a secar.
Tanto é criticavel a primeira situação como a segunda. Sendo a segunda mais criticavel por vir de uma entidade oficial.
Efectivamente não está na via publica. Era o que faltava...
Está em terrenos publicos bem á entrada da Praia das Maçãs. E acontece que o facto de o regarem com Ives Saint Laurent não lhe acrescente nenhuma beleza para quem vem visitar a vila. È lixo e vai continuar a ser lixo, mesmo que lhe plantem uma rosa em cima.
Já perguntei acima e ainda ninguem me respondeu: O que acontecia se eu decidisse arranjar o meu jardim e despejasse 2 ou 3 camionetas de restos no sitio onde está aquele só para secar?
Desculpe lá caro anonymous, mas essa historia de vir a reaproveitar a terra só engana um morador da Av. de Roma, porque todos sabemos que não vai haver reaproveitamento nenhum. È que o lixo foi depositado em cima de areia, e qualquer tentativa de aproveitar aquela terra será pura asneira.
Se tenho feito alguma coisa pela limpeza de Colares?
Bom, acho que não podia ter escolhido pior exemplo...é que eu sou daqueles que apanho todo o lixo da minha rua á mão quando vou despejar o meu proprio lixo domestico.
Mas sou mais:
Sou daqueles que chama a GNR quando assisto ao esvazamento de entulho junto á estrada, e pior ainda, estou de relações cortadas com 2 vizinho devido a actos semelhantes áqueles que a Junta recentemente praticou.

Anónimo disse...

tiro o chapéu ao seu comportamento como diz sobre o lixo e o ambiemte.
sobre o lixo da praia das maçãs acho que é bom alertar mas agora já o retiraram,mas vou ficar atento ao meu amigo.
boa tarde