2008/08/21

Reunião da CMS

Decisões tomadas em reunião da CMSintra, que dizem directamente respeito à Freguesia de Colares.

PROPOSTAS APROVADAS NA REUNIÃO ORDINÁRIA PRIVADA REALIZADA EM 06 DE AGOSTO DE 2008:

- Ratificar o despacho de 25/07/2008 que autorizou o alargamento do horário de funcionamento das 02:00 horas para 04:00 horas, nos dias 25 de Julho e 15 e 29 de Agosto do estabelecimento denominado “Senhora da Ponte” sito na Avª do Atlântico nº 189 - Rodízio. (Proposta nº 500-P/2008, subscrita pelo Presidente)Aprovada por unanimidade.

- Atribuir um subsídio em géneros ao Centro Educativo, Desportivo Cultural e Recreativo das Azenhas do Mar.(Proposta nº 517-LP/2008, subscrita pelo Vereador Luís Patrício)Aprovada por unanimidade.

- Autorizar o alargamento do horário de funcionamento do estabelecimento denominado “Chimoio” sito na Avª do Atlântico nº 254 na Praia das Maçãs, das 00.00 h para as 02.00 h.(Proposta nº 531-DQ/2008, subscrita pelo Vereador Domingos Quintas)Aprovada por unanimidade.

- Autorizar o alargamento do horário de funcionamento do estabelecimento denominado “Concha” sito na Avª Eugénio Levy, nº 29, na Praia das Maçãs, das 24.00 h para as 04.00 h.(Proposta nº 545-DQ/2008, subscrita pelo Vereador Domingos Quintas)Aprovada por maioria.

(Fonte: site da CMS)
http://www.cm-sintra.pt/Artigo.aspx?ID=4291

34 comentários:

Anónimo disse...

As pessoas que aprovam estes alargamentos de horários de funcionamento, certamente que não residem, não conhecem, nem passam perto destes estabelecimentos durante o horário de alargamento, pois de certeza que se envergonhavam da autorização que eles próprios aprovaram...

Anónimo disse...

Concordo plenamente com o dito acima... a Concha passa a ter autorização para encerrar às 4h??? e desde quando a Concha fecha tão cedo??? LOL

Anónimo disse...

Boa, gostei desta!....
É bom aprovar quando se está com o rabiosque sentadinho sem conhecer as realidades das coisas. Enfim, é os comandantes que temos do nosso povo, mas vendo bem as coisas que mais podemos exigir...fomos nós que os lá colocamos. Se hover uma próxima há que pensar melhor para não cair-mos no mesmo erro.
João Alves

Barbosa disse...

Mas aí nesse local e outros que não estão aqui, não encerram mais tarde do que o previsto no alvará? Pensava que sim, até porque já estive dentro deles todos e os horários não são cumpridos. Até nas idades de frequência. A tendência é para fechar mais cedo para diminuir acidentes e outros e faz-se o contrário. Mas existem umas fintas dos que bebem mais e conduzem, vão por dentro do pinhal...

Anónimo disse...

Alto lá. Fomos nós que os lá pusémos, não! Eu não concorri para esse sorteio...
Não é por as coisas não atarem, nem desatarem, que digo isto. Não os pus mesmo lá, e pronto.
Claro que as opiniões anteriores têm carradas de razão. Quem aprova coisas destas mora longe daqui, acha que Colares é um paraíso, mas só quem cá vive é que passa por elas. Os assaltos nas últimas semanas têm sido mais que muitos. E não estou a referir-me àqueles bombásticos que inundam a comunicação social, refiro-me aos "nossos", às lojas da nossa terra, às casas, fora aqueles que nos passam despercebidos porque só a GNR tem conhecimento.
Não estou a isentar de culpas os ladrões de cá, que esses já nos chegam, quanto mais virem de outros lados para aqui, à noite, para as discotecas, e depois como a noite "é boa conselheira" para essa gente, que tal um assaltozito às tantas da manhã quando o alcool é mais que muito e os bolsos estão vazios? Vamos a isso, que os SALOIOS aturam tudo...
ATÉ UM DIA, MEUS MENINOS, ATÉ UM DIA, NÃO SE FIEM MUITO NA NOSSA PACIÊNCIA...
Ana

Anónimo disse...

sera quem aprovou os horarios são os mesmos que deixam os retaurantes ocupar os passeios e emporrar as pessoas para a estrada ?

Anónimo disse...

pegando no tema do comentario anterior,reforço o seguinte:será que os proprietários dos restaurantes(BUZIO+OCEANO)teem o direito de barrar a passagem no passeio,com arca frigorifica+barco+ementas+placas a indicar parque + muitos chapéus de sol.
espero que as entidades façam alguma coisa para que as pessoas com uma cadeira de rodas,carros de criança,possam circular num espaço publico.
quero alertar que esses restaurantes não teem direito de ter água a correr para a estrada para lavagens,muitas vezes com odor a peixe e marisco, as pessoas que passam por lá no verão muitas vezes descalças teem de lavar os pés nos wc. ----uma vergonha,espero que se faça alguma coisa,não é só a uns espaços teem de ter tudo em dia e estes ninguem faz nada.
g.j.v.

Anónimo disse...

A «cunha da sra. da ponte» Claro, o sr presidente só gosta de se dar com pessoas bem e de aparecer nas revistas tipo caras e outras intelectuais do género.

A. de Souza

Anónimo disse...

Se quisessem restaurar o percurso antigo que o eléctrico fazia, quando ía às Azenhas do Mar, provavelmente hoje o eléctrico entrava dentro dos restaurantes Búzio e Oceano, cumprimentava quem lá estivesse a almoçar e lá seguia ele.... Se repararem a linha é interrompida junto a esses restaurantes... Será que as cadernetas prediais de ambos, contemplam aqueles pedaços de via pública? Se calhar não... Isto é assim, abusa-se hoje, amanhã ninguém diz nada ou não vê, ou finge que não vê e depois de amanhã já está tudo "legalizado" ou faz de conta que sim.....
Ana

Anónimo disse...

ÉNA PÁ.......ESTA FOI DAS BOAS

AGORA LIMP. A ESSE LENÇOL

Anónimo disse...

Para quem não se lembra... a linha do eléctrico que se encontrou meio enterrada meio destapada durante muitos anos na Praia das Maçãs, ficava na estrada em frente ao Rest. Búzio e não dentro do mesmo como alguns querem fazer crer...

Anónimo disse...

è verdade, a linha do eléctrico passava na estrada .
Mas nã0 faz os donos dos restaurantes donos dos passeios,
para atirar as pessoas para a estrada.

Anónimo disse...

deve estar equivocado,ou não deve estar a falar do mesmo electrico

toda a gente sabe a onde passava o elect. e onde eram as entradas dos ditos restaurantes, e que nem todos
tem a memória curta

ou já se esque. do lajeamento das ditas esplanadas ate ao terminos do actual passeio

bom fiquemos por aqui

António

Anónimo disse...

Pois que equivocada não estou, pois me recordo de em miúda ter ficado com as rodas da bicicleta presas na linha do eléctrico precisamente em frente ao Rest. Búzio... e se quiser perguntar aos mais antigos, concerteza alguns ainda se recordam do traçado...

Anónimo disse...

Claro que quando digo que o eléctrico entrava pelos restaurantes dentro, é em sentido figurado. Mas que a linha seguia onde hoje estão as esplanadas dos ditos restaurantes, parece não haver dúvidas. Não me queiram fazer acreditar que a linha quando chegava ali, vinha para o meio da rua e contornava os referidos locais onde hoje estão as esplanadas envidraçadas... Eu já deixei de acreditar no Pai Natal há muitos, muitos anos.
Ana

Anónimo disse...

Antonio,vc quando era pequeno chamavam-lhe o (Toninho) alem de ser novo lembra-se onde chegava a esplanada do Buzio,lembra-se que não havia a entrada para o parque nas traseiras do restaurante, lembra-se da esplanada anterior,antes de fazerem obras,onde estava e agora onde está,até para ganharem 30cm para a via publica avançaram com a viga de ferro para a frente e depois é que desmancharam a parte interior,alem de vc. ser novo não venha mandar poeira para os olhos das pessoas.
se vc. não souber tudo de que falei,é um aquestão de perguntar a alguem da familia.
-bom fiquemos por aqui-
Etelvino

Anónimo disse...

Gostava de saber o que tem a entrada do Parque de Estacionamento do Búzio (que existe há muitos anos...) a ver com a linha do eléctrico, mas enfim... E para que não falem só do Búzio (porque parece que é essa a vontade de alguns, porque não podem ver as coisas em condições...) lembrem-se por exemplo se a linha do eléctrico não passava na estrada em frente onde hoje fica o Dolomite e onde em tempos (há mais de 30 anos) ficava a Farmácia do sr. Alves e já agora digam lá se também esse passeio foi esticado para a estrada como alguns querem fazer crer.
Sinceramente meus senhores, em lugar de estarem a acusar o Búzio de esticar a esplanada (esquecem-se por exemplo que o sr. do Oceano põe a cangalhada toda no meio do caminho para que as pessoas não passem no passeio (ainda há uma semana o vi a fazer isso com os meus próprios olhos), olhem e recordem-se da estrada como é há muitos e muitos anos.

A.D.

P.S: parece infelizmente ser este o problema da Praia das Maçãs há várias décadas... qdo alguém faz algo em condições na terra aparecem logo "300 Velhos do Restelo" a acusar. Por isso é que outras terras seguem em frente e a nossa está cada vez mais descaracterizada e sem obras que se vejam.

Anónimo disse...

sem querer alimentar polemicas e parando por aqui,não esta em causa
o nome,a idade ou o querer mandar
poeira,porque penso estar a responder a outro comt.e não ao meu
porque o que respondeu dito com outras palavras veio reforçar o meu
cometario
mas mesmo se alguma duvida houver
e so verem fotog.antigas

o que esta aqui em causa e uma questão de ocupação de via publica
não são cm ou vigas em ferro,todo
isso são promenores

nota : nunca me chamaram toninho e
não sou assim tão novo como julga
obrig.

ANTÓNIO

Anónimo disse...

Já ninguem sabe a quem responde ou a que verdade é mesmo verdade.
Para vossa informação, pese embora o facto do espaço ficar ocupado com chapeus de sol, a linha do electrico só em frente do "Oceano" e numa extensão de menos de 4 metros "a partir do poste terminos da linha aerea" é que estava no agora passeio e saida de carros da garagem do mesmo restaurante/residencial.


AL

1º anónimo disse...

Foi pena estes comentarios terem mudado de direcção da questão da noticia, que era, o horário de encerramento das casas "pseudo-"nocturnas da praia das maçãs!
Que, já agora, para quem não sabe, estas licenças de alargamento de horário de funcionamento têm pareceres favoráveis da G.N.R. e do Sr.Presidente da junta de freguesia de Colares.
e esta hem...

Anónimo disse...

Por vezes há a necessidade de apontar a outro alvo para se desviar a atenção da caça mais grossa...ou outro interesse!

Anónimo disse...

A Praia das Maçãs sempre foi preveligiada em relação a estes tipos de situações perguntem ao toninho que agora tem de defender a honra da familia porque é uma familia de bem se ele se recorda de os esgotos do restaurante estar a correr para a praia e que foi feita a canalização durante a noite com a conivencia de muita gente da nossa freguesia.

Anónimo disse...

a familia BUZIO é uma familia de bem,gente trabalhadora,honestos, mas uma coisa temos de dizer, não vê quem não quer,são pessoas que usam e abusam,não são exemplo para ninguém qunado falam em regras,leis etc.
por exemplo:esgotos,como o anonimo anterior falou,entrada para o parque,avançaram com esplanada recentemente,casa ruinas junto mar,casa madeira em terreno publico/privado em almoçageme.
são tantos casos que se sabe.portanto se alguem da 3ª geração vem com desculpas olhe para o umbigo da familia.
bom ficamos por aqui
atento

Anónimo disse...

Ó meus amigos, estas conivências são culpa de todos. Todos vão sabendo o que se vai fazendo de bem ou de mal nesta terra. Ela é pequena, são sempre os mesmos. A culpa é de todos, TODOS!! Bem sei que é mais confortável estar em casa a ver as novelas ou no café a beber uns copos. Se não querem estes horários ou outras questões, podem ir às reuniões de Junta ou de Câmara. Não são todos os dias e sempre participam nas questões da terra que é de todos nós. Não pensem que é o Sr. Presidente de Junta que faz tudo. Se não concordam ou duvidam de horários nocturnos, licenciamento de passeios com obstáculos, estacionamentos ou casas pintadas com cores e desenhos berrantes (que também é uma forma de fazer publicidade sem ser paga), reclamem, nem que seja anonimamente, porque funciona. A terra é de todos e chega para todos. Estimem-na!!

Anónimo disse...

Relativamente aos pareceres de alargamenmto de horários nocturnos, é verdade que são pedidos pereceres à GNR e à Junta de Freguesia, só que pelo menos em relação à Junta julgo que o parecer não é vinculativo. É só um proforma. A Junta ao dar o seu parecer, se for negativo, dirá de suas razões, mas fica por aí.
Ana

Anónimo disse...

Já sabemos que o que se está a passar no Búzio e no Oceano é uma autêntica VERGONHA, pois já agora penso que eles deviam de ocupar o passeio até a borda pois ficava mais bem composto.
já agora ninguém fala da esplanada do "snack-bar Rijo" que parece um circo desmontável.Enfim,agora não são eles que têm a culpa é a boa fiscalização que nós temos.Os fiscais em vez de andarem a dar banho ao cão deviam de olhar por estas situações,enfim é a câmara municipal que temos.

P.L.C.R.

Anónimo disse...

E porque não falar da nova discoteca em formação, até tem uma pista do tamanho de um campo de futebol de cinco (Futsal???) e seria para funcionar como escola de futebol.

Anónimo disse...

O que será um subsídio em géneros atribuído ao CEDCRAzenhas do Mar?
É uma coisa tão vaga que deviam referir o que é, para os munícipes saberem, porque "nós todos" estamos a contribuir um pouco para esse "subsídio em géneros"... e não sabemos o que é.
Ana

Anónimo disse...

Mais uma discoteca? Onde?

Anónimo disse...

Mais uma discoteca na Praia ou seja lá onde for, é uma coisa que estava a fazer uma falta danada.
E se for possível, em vez de passado algum tempo andarem a pedir alargamento de horário, façam logo horário seguido, ou seja 24 sobre 24 horas. É que assim, toda a corja de seres que habitualmente frequentam estas casas, ficavam lá dentro o mais tempo possível e não vinham cá para foram incomodar quem trabalha, quem tem de se levantar para ir trabalhar às horas que essa gente sai da discoteca, que precisa do seu descanso diário, interrompido quando as bebedeiras e as drogas dão para fazerem escândalo público, enfim, abram mais porque é mesmo assim que a freguesia vai para a frente, que prospera, isto para não falar na prostituição encapotada que prolifera de mansinho... Claro que nada disto é novidade, mas ao menos que haja bom senso, de cada vez que as entidades "ditas superiores" têm de tomar decisões que vão contra os interesses da maioria, os que trabalham, que pagam impostos, que sempre foram honestos.
Adeuzinho e até à próxima.
Ana

Anónimo disse...

D. Ana,pela sua informação eu vou-lhe explicar o que e géneros. Géneros pode ser um donativo,uma cedência de mastros,material informático,uma caixa de electricidade ou simplesmente bandeiras...etc...
Que são cedências da câmara onde e atribuído um valor onde se diz os chamados géneros.
Simplesmente aconselho-a a consultar um dicionário de sinónimos.

Adeusinho e ate a próxima também.


P.L.C.R.

Anónimo disse...

Ao Sr. / Sra.
P.L.C.R.
Estive para não lhe responder, pois tenho coisas bem mais úteis para fazer, mas decidi-me.
Conforme me aconselhou fui consultar o dicionário (não que tivesse dúvidas do que tinha escrito), que neste caso foi o dicionário de Augusto Moreno e também o Dicionário de Língua Portuguesa On-Line. A palavra "género" (porque não vem a palavra no plural) tem significados vários que não vêm para o caso em apreço. No fim referem ambos, que o plural "géneros" quer dizer mercadorias, comestíveis.
Portanto, isto tudo para dizer, que todo o seu discurso que "podia ser" mastros, que "podia ser" bandeiras, caixas eléctricas, e até por absurdo donativo!!!
No "pode ser", pode ser muita coisa que temos o direito de saber o que é, só se for segredo de Estado e então sim, é preciso resguardar da curiosidade pública.
Como reparo ao Sr./Sra. P.L.C.R., o "adeusinho e até à próxima" pertence a outro "filme", mas se quiser utilizar eu não vou cobrar direitos de autor, mesmo não recebendo qualquer subsídio da Câmara.
Ana

Anónimo disse...

Nota inforª: para a CMS os tais subsidios em generos, são materiais
pedidos a CMS, para as festas anuais,tais com(paus de bandeiras,
cx de quadro elec.ou areão etc)mat. esse q. volta salvo ex. do areão.
mat. esse e comvertido num valor fict. e vai a reunião ,e é atribuido como subs.em generos,
na minha opin. eu acho toda esta manobra ridic. mas e o q.temos .

penso q. a tenha escl.e q.fique descancada quanto a utilização dos
seus impostos,ca pela nossa parte estão a ser bem geridos

com amizade,e não dando mais excl.

a direcção do CEDCRAM

Anónimo disse...

D.Ana realmente tenho reparado que a senhora anda muito ocupada,porque se tivesse muito que fazer não estava aqui a contar anedotas.
Eu não vou estar outra vez a explicar-lhe o que e géneros, pois como foi explicado neste ultimo comentário , e eu que estou dentro da Câmara Municipal são emprestados estes géneros onde depois são atribuídos um justo valor.

Adeusinho e ate a próxima, e ainda bem que não me cobra direitos de autor, pois também não lhe pagava.

P.L.C.R.