2008/09/11

Perigo nas Azenhas do Mar

Miradouro das Azenhas do Mar em perigo iminente de derrocada

As Azenhas do Mar aguardam há já vários anos por uma intervenção que possibilite a consolidação das arribas, que se encontram em perigo de derrocada iminente.
Há cerca de 2 anos o acesso ao miradouro foi vedado pelo Parque Natural Sintra Cascais e o Bar existente no local foi encerrado. Desde essa altura até hoje nada foi feito no local, por nenhuma entidade, tendo a situação vindo a piorar com a visível degradação do muro de protecção.
O sentimento popular parece ser que “infelizmente só farão alguma coisa quando alguém lá cair”. Mas para as entidades competentes a resolução do problema parece ter passado apenas pela colocação de avisos no muro de protecção, apesar de naquela área continuarem a parar autocarros e veículos particulares para desfrutarem daquela linda paisagem.
Um verdadeiro perigo público!

3 comentários:

Anónimo disse...

Pensei que isso já estava controlado... pela realização recente da procissão, em honra de São Lourenço. Pelas fotos existentes neste blog, pode-se verificar a quantidade de pessoas que participaram e estiveram neste local de risco. Sendo estas festas organizadas por Comissões, seria interessante saber com que base, a entidade competente, autorizou o pedido do representante da Comissão para a realização de uma procissão com a deslocação de tantas pessoas para aqui. Uma coisa é ir de passeio, ler a informação no local e decidir o que fazer. Outra, é uma Comissão de festas organizar uma actividade num local que sabe que é de risco, onde se esperam multidões... Se o local está em risco e sinalizado, qual foi a base da autorização? Ou será que não houve pedido?
Ou pediram só protecção divina?

Anónimo disse...

Qual Entidade Competente?
Se bem leu a notícia de abertura deste tema no Blog, concerteza reparou que as entidades "competentes" ou antes incompetentes, rápidamente se excluiram da responsabilidade colocando os avisos no local e como sempre adiando o problema até que um dia alguma situação trágica os "obrigue" a tomar uma atitude verdadeiramente responsável e celere.
Se bem conhece o local, como aliás o parece demonstrar, já reparou de certo, que o acesso ao local específico em risco está limitado por muros e que a restante área do Miradouro não é considerado inseguro. Bom, talvez seja explicação a mais... pois provávelmente o/a Sr/a. foi dos tais que foi lá de Passeio!

Paulo disse...

Pois é de lamentar estas situações.
Em vez de se fazer algo para mudar, afixam-se cartazes e resolve-se o problema.
Pode ser que em tempos de eleições alguem se lembre de fazer as ditas obras de recuperação.

Já agora e a praia da Aguda, ja se pode la ir ou tambem continua com as tabuletas.

Simplesmente vergonhoso, tanto uma como outra situação