2007/05/12

Programa de recolha de óleos domésticos usados

A Junta de Freguesia de Colares, em parceria com a Biovalor, está a iniciar um programa de recolha de óleos domésticos usados, para reciclar em biodiesel e outros derivados. O biodiesel resultante dessa reciclagem será utilizado nas viaturas da Junta de Freguesia e o excedente será distribuído, numa primeira fase, pelos Bombeiros Voluntários de Almoçageme e de Colares.
Uma vez que esta iniciativa constitui um bem para toda a Freguesia apelamos a todos os comerciantes e particulares para uma participação significativa.
Cara D'Anjo e Susana

“Os óleos alimentares usados, tal como os óleos de automóvel usados, quando lançados no meio ambiente (redes de esgotos, solo, meio hídrico) provocam problemas de poluição das águas e solos. E mesmo sendo considerado um resíduo não perigoso, devido a oxidar em maior ou menor grau ao ar, os óleos, quando lançados nas redes de drenagem de águas residuais, poluem os meios receptores hídricos e obstruem os filtros de gorduras existentes nas ETAR’S (Estações de Tratamento de Águas Residuais), sendo assim um obstáculo ao seu bom funcionamento. Mesmo assim, o principal destino dos óleos alimentares usados em Portugal, tem sido o envio para a rede de esgotos.
São produzidos anualmente em Portugal cerca de 125 mil toneladas de resíduos de óleos alimentares, dos quais apenas cerca de 3000 são recolhidos. Estes últimos têm sido utilizados para o fabrico de sabão, massa consistente lubrificante e rações para animais. Estas rações são prejudiciais para a saúde pública, uma vez que introduzem na cadeia alimentar humana diversos compostos tóxicos e mesmo cancerígenos, através de animais engordados por este tipo de produtos”.
NUNCA deite qualquer tipo de óleo directamente no ambiente ou junto ao esgoto, seja o de cozinha, seja os dos automóveis ou lubrificantes de máquinas”.

6 comentários:

Anónimo disse...

Ora aí está uma excelente medida, que já devia ter sido tomada há muito tempo.
Zeca

Anónimo disse...

COMO FUNCIONA?????????

P Domingos

Anónimo disse...

Convém dizer onde estão, na freguesia, locais com recipientes para se poder depositar os óleos domésticos, para posterior recolha.
Não seria má ideia sabermos deste modo:
Azóia, Ulgueira, Almoçageme, Mucifal, etc., etc.
Obrigado.
Do Mucifal

Anónimo disse...

Uma excelente ideia!!!! de que forma vai recolhido o oleo???
Vams ter por cada localidade recipientes para por o oleo ???

O Zangão disse...

Este sim é um trabalho dígno de aplausos. Aqui no Brasil já reciclamos tb óleos usados tanto o automobilístico como tb o comestível uma iniciativa que deveria ser empregada em todo o planeta. O meio ambiente agradece. Ah!!! Meu amigo Vitalino cara de anjo nosso blog Cidade Abelha ta de cara nova. Vai lá!!! Abração e uma excelente semana amigão.

Joel disse...


Aproveito essa boa acção,para nos apresentar-mos

Com a mudança na lei,veio obrigar a que os cafés,pastelarias,refeitórios, todos os locais em que exista fritos, a entregar a uma empresa com o Alvará para a gestão de resíduos ( ler 20 01 25) e quem recolhem tem que possuir alvará de transporte.

Somos detentores do alvará de gestão dos óleos,e alvará para o transporte e possuimos a certificação de qualidade: 14:001

Realizamos a emissão do certificado obrigatório.

mais informações: geral@recompostos.pt e podem visitar o nosso site: http://www.recompostos.pt

Deixo aqui os Decretos que estabelece a legislação específica, para a gestão e transporte deste tipo de resíduo.

- Decreto-Lei n.º 267/2009, de 29 de Setembro
- Decreto-Lei n.º 178/2006, de 5 de Setembro,
- Portaria n.º 335/97, de 16 de Maio,
- Portaria n.º 1023/2006, de 20 de Setembro,