2006/07/18

Vivemos Num Barril de Pólvora

“A Serra de Sintra com seu frondoso arvoredo, as suas quintas e palácios, a sua riqueza botânica, os seus amplos horizontes e belas paisagens, constituem um dos conjuntos mais valiosos do património florestal nacional. Situada junto ao litoral beneficia de um clima temperado e húmido, favorável ao desenvolvimento de um exuberante manto vegetal.”
Todas estas características tornam a serra de Sintra num paraíso e também num verdadeiro barril de pólvora.
Já reparou que a nossa serra tem cerca de 90% da sua área, fora dos parques camarários, inundada de mato rasteiro, canas, acácias, etc? E se por obra do clima ou por mão criminosa se iniciar um incêndio grave na nossa serra? Ardemos todos?
Os terrenos privados, e não só, não são limpos há décadas e as acessibilidades para os veículos prioritários são muito deficientes.
Não seria possível o governo e autarquias fazerem algo para obrigar e incentivar os proprietários dos terrenos a efectuarem a sua limpeza?
Talvez ficasse mais barato para todos nós, se houvesse um desconto nas contribuições pagas sobre o imóvel para quem mantivesse a sua área em condições.
Susana

3 comentários:

Luis Santos disse...

Parabens Susana pelo seu belo escrito.
Muitas pessoas deveriam ler o que Você escreveu.
L.Santos

Anónimo disse...

Se calhar se pusessem os presos e alguns militares, daqueles que passam o tempo nos quartéissem fazer nenhum, a limpar as matas...
Mas depois se houver um incêndio que destrua casas e outros bens, toda a gente lamenta muito e pede-se ajuda à CEE.
C.F.

Castro disse...

Só hoje vi este blog e chego á conclusão que o pessoal gosta é de fofocas e mal-dizer, pelo que vi nos comentários das diversas notícias. Este pequeno texto, bastante bem escrito e muito adequado à nossa situação e altura do ano, não teve o desenvolvimento que merecia e parece não ter alertado ninguém para o eterno problema da nossa serra.
Não desanime Susana, tem plena razão no que diz.