2006/11/30

Escola 2+3 da Sarrazola

A Escola da Sarrazola, como é conhecida na região, tem cerca de 600 alunos, mais de 60 professores, aproximadamente 30 auxiliares de acção educativa e pessoal operário, 6 funcionários administrativos e 2 guardas.
Apesar destes números, há muito que os Encarregados de Educação, e população em geral, se questionam sobre o porquê da falta de segurança rodoviária nas imediações da escola.
Uma grande parte dos alunos atravessa uma estrada nacional, apenas com uma passadeira, circula a pé, até à Várzea de Colares, por um passeio estreito e sem protecção, desafiando todos os dias a sorte.
Numa época em que se colocam junto de quase todas as Escolas, sejam elas EB1 (antigas escolas primárias) ou 2+3 (escolas secundárias), semáforos com limitadores de velocidade, lombas, etc, haverá alguma razão plausível para não se protegerem os alunos desta escola?
Será assim tão difícil ou dispendioso a colocação dos referidos semáforos e de uma protecção ao longo do passeio?


Susana


21 comentários:

Anónimo disse...

Uau!!!
600 alunos e 60 professores...!
10 alunos por professor!
Uau!
É seguramente umas das melhores escolas da Europa!

Susana disse...

Venho só informar que os "números" referentes à escola da Sarrazola, foram retirados do site oficial da mesma.

Anónimo disse...

A câmara e a junta só se vão mexer quando houver ali um acidente grave, depois não digam que ninguém avisou!
C.F.

NK disse...

Já em 1979 eu fazia este mesmo caminho!

Anónimo disse...

Mais uma razão para fazerem qualquer coisa para mudar as condições de segurança, se é assim há tanto tempo.

Isabel Roma disse...

Acho que está na altura da junta tomar uma atitude sobre este problema que se arrasta há anos, sem que ninguém queira assumir uma solução. Já que no Verão a junta de debruçou (quase caiu) sobre o melhoramento da zona das praias, espero que esteja agora na altura de se virar para o resto da freguesia.

Anónimo disse...

Estou plenamente de acordo com todos estes posts e suas opiniões expressas, duas perguntas:
Quem disse que para 600 alunos e 60 profs (é a saudade!) dá dez (10) alunos por professor?
(E então os professores são ambivalentes? sabem de todas as matérias e têm turmas de dez alunos?)a escola teria então sessenta turmas!

Condições de segurança, estou plenamente de acordo mas faço uma ressalva:
Os semaforos só serão uteis se os condutores (eu sou condutor!) tiverem "EDUCAÇÃO E RESPEITO" para agirem perante eles - semaforos - como se de uma autoridade se tratasse mas, infelizmente a maioria das vezes e a maioria dos condutores até "cilindravam" a autoridade.

às vezes não são as autoridades administrativas que podem fazer algo mas sim as autoridades "de segurança" que devem ter possibilidades de estaren mais presentes!!!
Aquela velha mássima de: quem não se vê, esquece

Anónimo disse...

O melhor era fazer um tunel da escola até ao café cá em baixo.
E já agora: Desde 1940 até agora, quantos acidentes mortais houve com alunos?

Anónimo disse...

Claro que como toda a gente sabe, a culpa é SEMPRE do condutor, geralmente por excesso de velocidade, mas será que os professores não sabem ensinar aos alunos que se circula SEMPRE pelo lado ESQUERDO da estrada?

Anónimo disse...

A junta de Freguesia pode e DEVE insistir junto da CMS? Já o Fez? Esclareça...SE for capaz...

Anónimo disse...

Meus caros senhores não sou professore mas muitas vezes o trabalho que é feito nas escola vai todo por agua abaixo por falta de acompanhamento dos pais ou por não poderem ou por não quererem.
Como pode um pai ficar descansado sabendo que o seu filho anda a vaguear pela rua até chegar à varzea para comprar cigarros e fumar fora do recinto da mesma como eu já tenho visto.

Anónimo disse...

Então desde 1940? Tem filhos? e se for o seu como ficam as estatisticas?

Os Professores deviam ensinar? e os Pais não deviam EDUCAR?

As Juntas de freguesia podem e devem ser as correias de comunicação entre os "fregueses" e os executivos camarários ou seus agentes

Anónimo disse...

Só bacoradas.
O ultimo anonymous falha no meu filho como se isso viesse adiantar alguma coisa á discussão.
Sinceramente não percebo a analogia, mas enfim...
E diz ele que são os pais que devem ensinar. Bom nesse caso não eram precisos professores, já que a obrigação do ensinamento devia ser dos pais.
As Juntas devem ser as correias de transmissão? Não deve ter nunca trabalhado numa Junta senão não falava assim.
É que as Juntas não podem fazer nada sem pedirem autorização ás Camaras.
A unica coisa que podem fazer e que não carece de autorização é espirrar quando está frio, e mesmo que as benesses sejam para bem de todos, a Camara tem sempre de dar o Amen, caso contrário os 'Juntenses' levam na careca.
Pela sua conversa, deve ser professor, e não se esqueça que não se pode emiscuir das suas responsabilidades.
É por estas opiniões que o governo vos quer avaliar e voces têm medo.

Anónimo disse...

Com uma conversa destas e ainda diz que o outro é que dá BACORADAS?

Meu "amigo" anónimo exaltado, acalme-se este, como muitos outros, é um espaço para troca de opiniões e você já está a nomear por tudo quanto é lado.

Pelos vistos você é empregado de uma Junta de Freguesia, (de certeza que não é da junta de Colares), dê tempo ao tempo que você também será avaliado.

Por ultimo, eu também não sou professor mas tem razão quem o ensinou a sí devia de ser avaliado.

Anónimo disse...

Tal como diz o último comentário "SÓ BACORADAS"...
Mas as principais bacoradas são as próprias de quem escreveu o comentário.
Então diz "Não deve ter nunca trabalhado numa Junta senão não falava assim" !!! É boa. Para já não é um emprego corrente trabalhar numa Junta. Não é a mesma coisa, por exemplo, que trabalhar para a Câmara, pois emprega alguns milhares. E depois não é preciso estar dentro das coisas para saber, muitas vezes, como genericamente funcionam.
Eu até simpatizo com este blog, mas está cada vez mais a ser "a voz do dono", está muito institucional. Porque não faz a própria Junta um blog, ou uma página, sobre a freguesia e o que faz e pretende fazer. Não me parece muito correcto, ser um funcionário da Junta, a defender com "unhas e dentes" certas situações que o transcendem, às quais como funcionário nem sequer deveria tomar partido. Dir-me-ão que ele tem direito a dar a sua opinião. Claro que tem, mas parece-me que se envolve demasiado. Não terá sido provavelmente a ideia inicial dele, ao fazer este blog, mas tudo se precipitou muito rapidamente e ficou um pouco incontrolável.
E fico por aqui.

Anónimo disse...

ah pois é! todos falam muito bem mas ninguem diz nada, ja alguem pensou no ministerio da administração interna ou no ministerio da educação para tomarem as medidas que lhes compete?
Ferreira

Anónimo disse...

Já agora, alguém pode explicar ao iluminado que diz aqui que os profs. deviam ensinar os miúdos a circular na estrada pela esquerda, que ESTA ESTRADA NACIONAL SÓ TEM PASSEIOS (ESTREITOS) NO LADO DIREITO!
Castro

isabel roma disse...

Este último anónimo ou é ou quer fazer passar-se por parvo. Aqui ninguém disse que os pais tinham que ensinar, falou-se em EDUCAR, é diferente sabia? Além disso também não li nada sobre a junta fazer concretamente algo sem apoio da câmara, o que esta notícia quer fazer é abrir os olhos de quem pode e deve pressionar, para que esta situação, que como foi dito, já dura há tantos anos, seja melhorada. Não acho necessário existirem números referentes a mortes ou acidentes graves para se fazer algo, essa é a mentalidade típica do português, enquanto não há consequências graves, ignora-se o problema?
Meus amigos, em vez de "bacoradas" e "bocas" uns aos outros, deviamos todos, pais e comunidade em geral, unirmo-nos para questionar quem pode e deve fazer algo para que os nossos jovens tenham uma maior segurança rodoviária.

Anónimo disse...

"ser um funcionário da Junta a defender com unhas e dentes"

Penso que ninguem pode, em consciencia, dizer que é um funcionário da Junta de freguesia a defender mais exaltado a sua Junta!

Todos temos o direito de fazer e participar conforme queremos o que nunca temos é o direito de atropelar os direitos dos outros, independentemente posição de cada um


PD

Anónimo disse...

"A estrada só tem passeios (estreitos)do lado direito"

Quando existam passeios a circulação de peões ´será feita pelos mesmos - preferencialmente do lado esquerdo.

Quando não existam passeios a circulação de peões será FEITA PELA ESQUERDA.

No caso em apreço deveria o transito de peões usar o passeio.

PD

Anónimo disse...

"deviamos, todos, pais e comunidade em geral,....

Aì está um panorama muito arredado do povo Português, quando temos algo a perder, fazemos com que sejam os outros a tratar do caso, quando já nada nos liga então aì é que é mesmo com os outros.

PD