2006/09/12

Colares há só uma !

É verdade, sim senhor, mas em Portugal, pois no Brasil também há uma terra chamada Colares.

O Município de Colares situa-se no Estado do Pará a 90 km da capital Belém, tem cerca de 11 mil habitantes e 613 km2 .
Colares é uma ilha junto à costa, no Oceano Atlântico, apresenta um clima equatorial amazónico, com temperaturas relativamente elevadas, com média de 26ºC., apesar da sua condição de ilha ser responsável pela suavização do clima.
A história do Município de Colares está estreitamente ligada à do Município de Vigia, inicialmente colonizado pelos frades da Ordem Jesuíta, por volta do século XVII. Colares terá sido elevada a Vila no ano de 1833, e apesar de não se ter conseguido manter nessa categoria por muito tempo e de ter sido integrada no Município de Vigia, voltou a ganhar autonomia como município em 1961.


Porque o Pará é o Estado brasileiro com mais cidades homónimas, tais como Alenquer, Óbidos, Santarém, Bragança e muitas outras, foi criada, no ano de 2000, a Casa de Estudos Luso-Amazónicos cujas principais actividades estão ligadas ao Projecto “Heranças Portuguesas na Amazónia”. Este projecto tem como objectivo principal criar oportunidades de integração, cultura e turismo entre as cidades irmãs da Amazónia e de Portugal.

Conheça mais em :
www.pa.gov.br/conhecaopara/colares.asp
www.ufpa.br/arni/est_lusos.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/colares_(Pará)

Susana

10 comentários:

Anónimo disse...

acho muito giro e interessante,penso que se houver possibilidades achava interessante que se procure mais sobre a outra colares,no outro lado da atlatico,porque não,alguem da camara ou mesmo junta irem lá para reforçar os laços de amizade com o país irmão.
colarense

Susana disse...

A Casa de Estudos Luso Amazónicos tem como objectivo isso mesmo, tendo já havido várias deslocações a Portugal e ao Brasil para que as duas realidades se conheçam. A zona de Colares lá é muito pobre e até a Banda dos BVColares já enviou instrumentos que cá já não serviam.

Anónimo disse...

Desconhecia o facto, mas acho muito engraçado haver mais uma Colares.
C.F.

Isabel Roma disse...

Por acaso já tinha ouvido falar, mas não sabia muito sobre o assunto. Acho engraçado a troca de experiências e a interligação entre os dois países irmãos. Gostava muito de lá ir, até porque não me parece uma zona ainda muito turística, e isso fascina-me mais, do que aqueles locais onde os turistas já têm tudo muito "marcadinho".

Anónimo disse...

Vitalino, boa noite! Seu blog continua cada vez mais lindo, tenho aprendido muito com ele sobre sua terra e seus costumes. Parabéns
Lucimar

Anónimo disse...

penso que seria bom para colares,de lá e o nosso,os sr. de lá virem cá e o nosso presidente + 1 ou 2 pessoas irem lá para contarem,mas levarem alguma coisa de cá por expl. umas garrafas de vinho,mas que não façam como os instrumentos que para cá não servem mas para lá sim,assim são pobres e continuam a ser,mas por o que conheço do sr. prst. acho que não deixava ficar mal,podiam tirar fotos para sabermos como é,e tentarem saber se as pessoas (pobres)se precisam de alguma coisa que este colares e as suas gentes possam ajudar.pensem que era giro e interessante.
colarense

Anónimo disse...

Sr.Colarense, quem dá o que tem a mais não é obrigado, pelo que sei os ditos instrumentos foram muito apreciados lá em Colares, pois iam em bom estado de conservação e demonstraram muito carinho de quem os mandou.

Anónimo disse...

Este Sr.Colarense, precisa urgentemente de coordenar melhor a escrita/pensamento !
Dá-me a nítida sensação, e julgo não me enganar, que é uma que está dentro de determinados pontos, referentes à nossa Colares e Colares de lá, do Brasil, e se quer fazer passar por uma pessoa que não sabe muito bem o que quer, mas que dá sugestões, atira uns bitates para o ar, diz umas coisas. Nâo me alongo mais, talvez fique para uma próxima intervenção, se o Sr. Colarense tiver mais uma tirada brilhante, como esta... Sempre é bom ficarmos com alguns trunfos na manga !!!

Anónimo disse...

sr. anonimo,não sei porque usou esse jogo todo,até não dá a cara,+ se ficou todo (a) melindrado por ter falado assim,talvez seja um dos candidatos a querer ir lá,isso já não é problema meu,se pensa ou pensou que eu estava com a sua ideia,está enganado(a)porque eu quando quero conhecer não preciso de andar de mão estendida.se uma pessoa quiser estar por dentro de determinados pontos é muito simples vai aos sitios certos pergunta ás pessoas certas e fica esclarecido,não como pessoas como você que fala há toa.
disse e digo que poderiam ir 2 ou 3 pessoas mas não tenho nada a ver com isso,talvez as pessoas de alenquer,porto de mós,bragança por expl.já se fizeram representar,a nossa colares tambem,portanto não vejo onde está a sua admiração,talvez seja dor de cotovelo mas enfim a vida é assim temos de levar com estes artistas da bola.
colarense

Anónimo disse...

Ó Sr. Colarense, se assinar assim é "dar a cara", vou ali e já venho... Tanto faz, não assinar e ser "anónimo", como "assinar" colarense !!! Quem é que sabe quem você é ?
E não retiro uma vírgula ao que disse.