2006/08/25

Não sabes?

Então a gente explica melhor.
Uma noticia da LUSA divulgada hoje esclarece que os Parques são ilegais.
Particular destaque para a zona sensivel em que se encontram.
Para aqueles que não conhecem a zona, na Praia das Maças, o parque está num terreno onde existiam 90% de cascalho e 10% de canas.
Na Praia Grande a percentagem varia substancialmente: 99% de terra e 1% de canas.
Quanto ao horário, bom na realidade têm razáo. É que estando estes parques vocacionados para os veraneantes, é de bom tom explicar que os parques não podem ser usados ás 4 da manhã, não vão eles lembrar-se de ir para a Praia com as sardinhas e os enchidos.
Passando a citar:

24-08-2006 18:09:00. Fonte LUSA.
Notícia SIR-8280317
Temas: sociedade partidos autarquias ambiente trânsito
Portugal lisboaSintra: PCP acusa Junta Freguesia Colares de explorar parques estacionamento ilegais
Sintra, 24 Ago (Lusa) - O PCP de Sintra acusou hoje a Junta de Freguesia de Colares de explorar ilegalmente parques de estacionamento na Praia das Maçãs e na Praia Grande, que cobram uma tarifa única de dois euros.
Paula Borges, da Comissão Concelhia do PCP, disse à Lusa que, de acordo com a Lei que regula o funcionamento de parques de estacionamento, o pagamento não pode ser feito mediante uma tarifa única, mas pela cobrança de valores respectivos a fracções de tempo, sendo a mínima de quinze minutos.

Segundo o PCP, os parques de estacionamento, na avenida principal, frente à Praia das Maçãs, e na Rua da Praia Pequena, na Praia Grande, "não apresentam horários de funcionamento, licenças de exploração, identificação do proprietário, regulamento das condições de utilização ou livro de reclamações".
Os comunistas referem que "os terrenos onde os referidos parques se encontram são propriedade privada e terão sido cedidos à Junta de \n Freguesia de Colares, que neste momento os explora".
Para o PCP, "o facto de [os parques] se encontrarem em zonas sensíveis do ponto de vista ambiental exige um maior cuidado na sua instalação e cumprimento dos regulamentos e legislação em vigor".
Os parques receberam parecer favorável do Parque Natural de Sintra-Cascais (PNSC), conforme revelou à Lusa o director daquela entidade, Carlos Albuquerque.
"No seu conceito, os parques de estacionamento são um instrumento precioso de ordenamento do território, mas espanta-me saber que todas as tramitações a que são obrigados possam não estar a ser cumpridas", disse o director do PNSC.
Carlos Albuquerque frisou que o parecer favorável do PNSC se inseriu num processo de licenciamento por parte da autarquia de Sintra, desconhecendo se este processo já foi concluído.
Contactada pela Lusa, fonte oficial da Câmara de Sintra não confirmou se a autarquia emitiu licenciamento aos parques e sublinhou que estes são da responsabilidade da Junta de Freguesia de Colares.
Igualmente contactado pela Lusa, o presidente da Junta de Freguesia de Colares, Rui Franco dos Santos, escusou-se a comentar as acusações do PCP por se encontrar numa reunião.
ACL.
Lusa


(Paulo Taborda)

14 comentários:

Isabel Roma disse...

Segundo o que parece na notícia, o PNSC deu parecer positivo mas queria que fosse a CMS a autorizar, a CMS tinha conhecimento mas não diz se é contra ou a favor, e claro a JFC é que fez tudo mal. Malvados, que retiraram de dois terrenos uma quantidade grande de canas (espécie tão preciosa na nossa zona), terraplanaram os mesmos e ainda colocaram paus tratados,que tanto contrastam com o crescente tijolo e cimento das casas e prédios que proliferam na região.
Tenham juízo e "deixem trabalhar".

Anónimo disse...

Uau, esta nova junta daqui a pouco tá no jornal nacional. Assim é que é, toca a mexer. Falem bem ou falem mal, mas falem, não é?
C.F.

Anónimo disse...

Sgundo dizem os senhores do PCP, que como os outros têm o seu lugarzinho assegurado (Tacho)afirmam que o local onde se encontram os parques são zonas sensíveis...Só se for de canas e lixo.Meus senhores tenham juizinho nessa cabeça e preocupem-se antes com problemas a sério que por aí abundam e com fartura. Possívelmente gostam é de ver os caos que é estacionar naquelas zonas. Já agora se pensam que iam ganhar uns votozinhos com esta polémica, bem feito...vão perder e muitos.
Zé Cusca

Anónimo disse...

Falar do Parque da Galé, era só o que faltava!...Depois lá se iam uns almoçinhos à Borla.
Frequentador da Praia

Anónimo disse...

ISTA PARA MIM É PALHA,UNS INTRUJAS DESTES,QUE NEM VIERAM CÁ MANIPULAM AS NOTICIAS,BEM FEZ O PRST JUNTA QUE A REUNIÃO QUE ESTAVA FOI MAIS UTIL A COLARES QUE FALAR PARA ESSA GENTE,MUITO BEM SR. PRST,TEMPO É DINHEIRO E COM ESSA GENTE É SÓ PERDER TEMPO.
A NOTICIA ESTÁ MANIPULADA PORQUE VEJAMOS,P MAÇÃS:90% cascalho-é mentira+10% canas é mentira,são uns mentirosos,venham ao terreno trapalhões intrujas.
p grande:99% terra,mentira-(saibro)talvez esses srs. não saibam que matéria é esta porque não sabem o que é trabalho,+1% canas bem sobre isto só digo tenham vergonha e façam algo de util ao país e deixem as pessoas trabalhar.
reparem isto é de tanta má fé que não dizem que os C.V.Colares vão regar á noite o parque da p maçãs,e os B.V.A. vão regar o do alto do rodizio,isso já não convem dizer,e os parqueamentos que foram feitos junto ao COROA não são pagos e foram gasto algum dinheiro,tudo arranjadinho,isso não convém falar.
É bom que o P.C.P. se preocupe com SETUBAL,e não tente distrair as pessoas com casos da treta.
já agora faço um apelo ao P.C.P. peça oa sr dr. BATISTA ALVES para resolver um assunto que á anos ele prometeu e que está nas suas mãos que é o saneamento da ULGUEIRA,isso já não convém falar,então porque não o fez no mandato anterior,era e é o presidente do S.M.A.S. o que tem feito por isso,e o P.C.P. não diz nada,vão há ULGUEIRA e sintam o odor,vão ao terreno descem a serra não toquem de ouvido.
cá fico a aguardar quando o DR BATISTA ALVES deligencia para resolver este problema.
txio

Anónimo disse...

bem o P.C.P. já todos conhecemos falam falam e nunca fazem nada,
se o patrão dos comunistas de SINTRA,quiser fazer alguma coisa pela freguesia,já teve e continua a ter puderes para o fazer,é resolver o saneamento da ULGUEIRA,está nas suas mãos,fico a aguardar,e porque ainda não o fez?blá blá blá isso tá o povo farto.
saloio

Anónimo disse...

o P.C.P. eatá a mandar estas bocas não é que esteja preocupado com as pessoas,mas estas bicadas são para os proprietarios dos terrenos, eles é que pensam que o povo é parvo,assim que souberam de quem são os terrenos foi logo mandar estes intrujas lançar estas bocas.
dr.BATISTA ALVES,resolva ULGUEIRA com o saneamento que está nas suas mãos há anos tenha vontade e capacidade para o resolver e depois fale,não ponha a cabeça na areia,o dr. e as suas marionetas.
coitados.
-saloio

Taborda disse...

A questão aqui referida está quase tão confusa como a Liga de Futebol.
È triste que quando aparece alguem a querer fazer qualquer coisa de bom para a frguesia, logo aparece outro alguem a desfazer.
O PCP nunca trouxe nada de bom para os colarenses, e devido a divergencias politicas pretende agora desfazer o trabalho que a Junta apresenta.
Depois disto só faltava vir exigir que as plantas colocadas junto ao parque infantil fossem arrancadas por não serem autocnes.
Mas há aqui outo ponto a considerar.
A lei que regulamente os parques de estacionamento foi recentemente alterada (em Maio, salvo erro).
Nessa lei é afirmado entre outras coisas que os periodos de taxamento tèm de ser no maximo, correspondentes a 15min, um pouco ao jeito dos impulsos telefonicos.
Diz a lei que não é justo pagar indiferentemente o mesmo por 15min ou 6 horas de estacionamento.
O curioso é o facto do PCP (que não deve andar a dormir) ter deixado o dinheiro ser gasto, depois de ter deixado a lei ser aprovada, para agora vir querer desfazer tudo.

Anónimo disse...

quere-me cá parecer, que a pessoa que assina com isabel roma, pertence ao "grupo" ou comem todos do mesmo tacho. defende tudo com unhas e dentes.

Taborda disse...

Este resposta é para o anonimo que dispara 'intrujas' para todo o lado.
Antes de mais nada, e desfazendo a confusão com que começa o seu comentário, dirijindo-se aos que "nem vieram cá", tenho a dizer-lhe que vim cá sim senhor.
Aliás vim, e venho-me cá todos os dias.
Melhor dizendo, moro cá e vou todos os dias á Praia das Maças beber café, e como tal, conheço muito bem a zona e sei do que falo.
Como o post foi por mim colocado, vou tentar esclarecer este anonimo poprque anonimos esclarecidos valem por dois.
O post é constituido por duas partes: A primeira com uma introdução da minha responsabilidade e uma segunda com a transcrição da noticia da LUSA que tambem ela transcreve a deliberação do PCP.
Quer isso dizer que o paragrafo das canas é meu.
Mas acho que o anonimo tem parte de razão.
Na realidade a percentagem de lixo e inutilidades da zona da Praia onde se construiu o parque não é de 90% de cascalho e 10% de canas.
É sim de 89,456% de matéria terrea, e 9.27% de canas. O restante são inertes.
Há que salientar que na parte descrita como materia terrea existem 24% de cascalho, 32% de arenosas, 4% residuos plasticos, 38% de sedimentos rochosos, dos quais alguns granitos e basilicos em percentagem não definida, e 2% de sedimentos cobalticos em forma solida.
Na parte erradamente descrita como canas, existem 74% de caniculus Matiformes vulgarmente descrito como canas, 12% de diosphitros fastophirus tambem conhecido como erva-do-diabo, e sendo os restantes de especies autocnes, parasitarias e outras.
Na Praia Grande passa-se algo semelhante, mas ainda não recebi as analises.
Não há nada como falar rigorosamente...

Isabel Roma disse...

Se o(a) sr.(a) anónimo acha que a Isabel Roma "defende tudo com unhas e dentes" é porque acordou agora para este blog, porque se o seguisse desde o início, como eu, constatava que a Isabel diz apenas o que pensa quer agrade a gregos, quer a troianos. Não pertenço a nenhum grupo e quanto a tacho, bem o gostaria de ter, mas isso é para quem pode e não para quem quer.

Anónimo disse...

Isto cá para mim resolvia-se bem.
Um parque subterraneo por baixo do mar e toda a gente ficava felis.

Anónimo disse...

É pá, a malta gosta é disto. Fala-se em confusão, pronto é comentários a torto e a direito.
C.F.

Taborda disse...

Bom, já que é preciso confusão, não querem falar da Fonte Verde, aquela que está na subida do Pé da Serra e que se encontra seca há varias semanas sem que ninguem faça nada?
Eu não proponho que alguem a vá regar, mas talvez limpar os acessos á agua, ou canalizar aquela que se está a perder alguns metros acima do terreno e que ninguem aproveita...
É que não me está nada a apetecer ter de começar a comprar agua engarrafada no LIdl.